6 Mitos Esclarecidos sobre diabetes

Abaixo, profissionais esclarecem os principais mitos e verdade sobre a doença.

1. Diabetes ocorre tanto em mulheres como homens.

Verdade. O diabetes ocorre tanto homens quanto mulheres de qualquer idade, apesar de ocorrer majoritariamente em pessoas maiores de 18 anos.

2. Diabetes não é grave

Mito. Diabetes é grave pois aumenta a probabilidade de outras doenças em órgãos vitais do corpo humano, como olhos, vasos sanguíneos, rins e nervos.

3. Diabetes não tem cura

Verdade. Ainda não há cura para o diabetes. No entanto, tem estudos que futuramente podem levar à a cura para o diabetes. Pro tipo 1, estão sendo estudada a terapia com células-tronco em pessoas recém-diagnosticadas. Para o tipo 2, as pesquisas com o procedimento de redução de estômago têm demonstrado excelentes resultados, ainda sim em pacientes obesos.

4. Diabetes do tipo 1 é mais grave do que tipo 2

Mito. Ambas diabetes devem buscar atenção e controle do índice glicêmico para que complicações da doença sejam evitadas. No diabete tipo 1, o paciente obrigatoriamente deve ingerir insulina ou forxiga que faz com que as pessoas pensem que é uma forma mais grave da doença. Tratar a doença com insulina pode ser preciso em ambos os tipos de diabetes e não está relacionada com a gravidade da doença.

5. Diabetes é originada pelo excesso de consumo de açúcar

Mito. As formas mais genéricas da doença não são causadas pela ingestão excessiva de açúcar.

O Diabetes tipo 2 ocorre por diversos motivos associados ao aumento do risco de desenvolvê‐lo. As mais comuns são: obesidade, idade, sedentarismo e genética. O diabetes tipo 1, quase sempre é uma doença autoimune, uma falha no nosso mecanismo de defesa, que gera o desenvolvimento da doença sem relação com o tipo de alimento ingerido.

O açúcar está relacionado ao controle do Diabetes e não à causa.

6. O individuo obeso desenvolverá diabetes tipo 2

Mito. Não é regra, portanto, não está certo dizer obesos e pessoas acima do peso desenvolverão  diabetes tipo 2. Obesidade é sim um fator de risco para o surgimento da doença, porém, existem outros fatores que pesam, como histórico familiar, etc.

Diabetes tipo 2 pode ser aumentada ou piorada por maus hábitos de vida e obesidade. É gerada pela incapacidade do pâncreas de gerar insulina o bastante para eliminar o açúcar excedente da corrente sanguínea.

Para mais informações, acesse outros artigos do blog.

Perder peso para o casamento

Sem dúvida a alimentação é o principal fator que pode te ajudar na perda de peso.

Neste artigo, a nutricionista preparou um cardápio muito equilibrado, com muitas opções de alimentos para você variar a dieta e não enjoar de nada. Aí estão inclusos alimentos que ajudam a queimar gordura da barriga, como melão, legumes crus e alimentos ricos em ômega 3, como o salmão.

Nesse menu estão inclusos também os alimentos ditos funcionais, que ajudam a melhorar a saúde. Além de tudo isso, ajudam a manter o organismo organizado, afastado de doenças, durante um período tão conturbado onde os nervos estão a flor da pele.

Outra dica é aliar a algumas atividade físicas. Aqui o intuito é mais para distrair e relaxar. Nesses momentos onde estamos ansiosas, realizar atividades que relaxem é muito importante.

Dia 1

· Café da manhã: 1 xícara (chá) de leite desnatado com café, 1 pão integral com margarina light, ½ mamão papaia

· Lanche: 1 banana, 2 castanhas-do-pará

· Almoço: 1 salada completa (1 ovo cozido, 2 colheres (sopa) de grão de bico, alface, rúcula, agrião, cenoura, tomate e cebola refogada), 2 batatas médias assadas com alecrim

· Lanche: 1 iogurte desnatado, 1 fatia de melão

· Jantar: 3 colheres (sopa) de arroz integral com brócolis, uma concha de feijão preto, 1 filé de salmão assado, uma tangerina

Dia 2

· Café da manhã: 1 xícara (chá) de leite desnatado, 2 colheres (sopa) de aveia, 1 banana prata

· Lanche: 1 leite fermentado

· Almoço: 1 prato (sobremesa) de alface lisa picada com 1 pepino em rodelas, 3 colheres (sopa) de arroz integral, 1 filé de frango grelhado, 1 laranja

· Lanche: 1 iogurte natural desnatado com 2 colheres (sopa) de granola

· Jantar: 1 omelete de legumes (2 ovos e 3 colheres (sopa) de seleta de legumes), 1 fatia de queijo branco, 1 cacho médio de uvas vermelhas

Dia 3

· Café da manhã: 1 xícara de chá de camomila com chá verde, 1 fatia de pão integral com 1 colher (sopa) de queijo cottage, ½ mamão papaia

· Lanche: 1 maçã com casca

· Almoço: 1 xícara (chá) de espinafre refogado, 2 colheres (sopa) de arroz integral, 100 gramas de soja cozida, 1 filé de peixe assado

· Lanche: 1 copo de leite desnatado batido com 2 colheres (sopa) de aveia em flocos, 1 colher (sopa) de farinha de linhaça e canela

· Jantar: 1 prato (raso) de alface, 1 tomate picado e 2 colheres (sopa) de cenoura ralada, 1 fatia de atum light, 1 banana

Dia 4

· Café da manhã: 1 copo de iogurte, 2 torradas, 2 fatias de peito de peru, 1 fatia de melão

· Lanche: 4 ameixas secas e 2 castanhas-do-pará

· Almoço: 1 pires (chá) de brócolis no vapor, 3 colheres (sopa) de arroz integral, 3 colheres (sopa) de carne moída, ½ manga

· Lanche: 1 banana prata

· Jantar: 3 colheres (sopa) de chuchu, 3 colheres (sopa) de vagem,1 filé de frango grelhado

Dia 5

· Café da manhã: 1 copo de suco de laranja sem açúcar, 1 fatia de pão integral com queijo branco, 1 fatia de melancia

· Lanche: 1 iogurte de frutas

· Almoço: 2 colheres (de servir) de penne integral ao sugo, 1 xícara (chá) de espinafre refogado, 1 filé de frango grelhado

· Lanche: 2 castanhas-do-pará, 1 noz, 6 damascos secos

· Jantar: 1 pires (chá) de espinafre refogado, 3 colheres (sopa) de arroz integral, 1 bife grelhado, meia concha de feijão

Dia 6

· Café da manhã: 1 xícara de chá de camomila, 2 fatias de pão integral com 1 colher (chá) de requeijão light e 2 fatias de peito de peru

· Lanche: 2 castanhas-do-pará, 1 laranja

· Almoço: 1 prato (sobremesa) de rúcula com 2 colheres (sopa) de beterraba ralada, 3 colheres (sopa) de arroz integral, 1 filé de peixe assado, 100 gramas de soja cozida

· Lanche: 1 leite fermentado,1 banana

· Jantar: 1 pão sírio integral, 1 lata de atum light com 1 colher (sopa) de maionese light, 4 folhas de alface-americana, 1 colher (sopa) de uva-passa

Dia 7

· Café da manhã: 1 copo de leite desnatado batido com ½ mamão e 1 colher (sopa) de aveia

· Lanche: 1 banana prata

· Almoço: salada de agrião, 2 palmitos em rodelas, 1 pires de brócolis no vapor, 3 colheres (sopa) de frango picado com batatas

· Jantar: alface americana e 1 tomate, 2 fatias de pão integral, 1 colher (sopa) de requeijão light, 1 colher (sopa) de ricota, 4 fatias de peito de peru

Tabela de substituições

Esta é uma lista para você não deixar a dieta cair na monotonia. Os alimentos podem ser substituídos à vontade, sempre dentro de um mesmo grupo. Assim, o teor calórico e a proporção de carboidratos, proteínas e gorduras serão semelhantes.

Grupo 1 – Vegetais de baixíssimo teor calórico
Abobrinha / acelga / agrião / aipo / alface / almeirão / azedinha / bertalha / brócolis / caruru / chicória / couve / escarola / espinafre / maxixe / nabiça / nabo / pepino / pimentão / rabanete / repolho / salsão / serralha / taioba / tomate

Grupo 2 – Vegetais de baixo teor calórico (2 colheres das de sopa equivalem a 1 porção)
Abóbora / aspargo / berinjela / beterraba / cebola / cenoura / chuchu / cogumelo / couve-flor / ervilha / palmito / quiabo / vagem

Grupo 3 – Frutas
Abacaxi – 1 rodela pequena / acerola – 1 pequena  / água de coco – 1 copo pequeno / ameixa – 2 médias / amora – meio copo / banana d’água – meia fruta / banana maçã – 1 pequena / banana ouro – 1 pequena / banana prata – 1 pequena / cajá-manga – 1 pequeno / caju – 1 médio / caqui – 1 pequeno / carambola – 1 média / cereja – 6 frutas / damasco – 2 médios / figo – 1 médio / framboesa – 10 frutas / fruta-de-conde – meia fruta / goiaba – 1 pequena / grapefruit – meia fruta / jabuticaba – 10 frutas / jaca – 4 bagos/ jambo – 4 frutas / kiwi – 1 médio / laranja – 1 pequena / lima da pérsia – 1 pequena / maçã – 1 média / mamão – 1 fatia pequena / manga – 1 pequena / maracujá – 1 pequeno / melancia – 1 fatia média / melão – 1 fatia pequena / morango – 10 frutas /nectarina – 1 média / nêspera – 3 pequenas / passa – 1 colher de sopa / pera – 1 pequena / pêssego – 1 médio / pitanga – meio copo / romã – meia fruta / salada de frutas – 3 colheres / tâmara – 2 médias / tangerina – 1 média / uva – 10 frutas

Grupo 4 – Cereais, pães, biscoitos e massas
Aipim – 1 pedaço médio / arroz – 2 colh. de sopa / aveia – 3 colh. de sopa / batata doce – 1 pequena / batata inglesa – 1 média / biscoito cream cracker – 2 / bolacha água e sal – 2 / corn flakes – 1 colh. de sopa / empada – 1 pequena  / farinha – 2 colh. de sopa / farofa – 1 colh. de sopa / feijão – 4 colh. de sopa / germe de trigo – 3 colh. de sopa / grão de bico – 2 colh. de sopa / lasanha – 2 colh. de sopa / lentilha – 2 colh. de sopa

Grupo 5 – Carnes, queijos e ovos
Cabrito – 1 terço de bife / camarão – 2 médios / carneiro – 1 terço de bife / carne seca – 1 pedaço pequeno / caviar – 1 colher de sobremesa / coelho – meio bife / dobradinha – 2 colh. de sopa / fígado – 1 terço de bife / fondue de queijo – 25 gramas / frango – 1 terço de bife / lagosta – 1 pedaço pequeno / linguiça – 1 pedaço pequeno / lula – 1 porção média / mexilhão – 1 porção pequena / mortadela – 2 fatias finas / ostras – 1 porção pequena / ovo de codorna – 3 unidades  / ovo de galinha – 1 unidade / paio – 1 pedaço pequeno / pato – 1 terço de bife / peru – 1 terço de bife / peixe – meia posta pequena / polvo – 1 porção média / presunto magro – 2 fatias / queijo – 1 fatia / queijo cottage – 2 colheres / requeijão – 1 colher de sopa / ricota – 2 fatias finas / salame – 1 fatia pequena / salsicha – 1 pequena  /siri – 3 de tamanho médio / vaca – 1 terço de bife

Grupo 6 – Gorduras
Azeite – 1 colher de chá / azeitona – 4 médias / bacon – 1 fatia pequena / creme de leite – 1 colh. de sopa / maionese – 1 colher de chá / maionese light – 2 colh. de chá / manteiga – 1 colher de chá / margarina – 1 colher de chá / óleo vegetal – 1 colher de chá / patê – 1 colher de chá

Grupo 7 – Leites
Coalhada – meio copo / iogurte natural – 1 copo / iogurte diet – 2 frascos / leite desnatado – 1 copo /leite integral – meio copo / leite integral em pó – 1 colher / pudim diet – 1 pequeno / sorvete diet – 1 bola

Grupo 8 – Bebidas, condimentos e dietéticos de baixíssimo teor calórico
Adoçantes / alho / café / canela / chá / cebolinha / cominho / cravo / erva-doce / gelatina dietética / hortelã / limão / limonada / mate / orégano / pimenta / refrigerantes dietéticos / sal / salsa / vinagre

 

Se você seguir essa deita tenho certeza que conseguirá atingir seus objetivos. É claro que é preciso haver um tempo até a data do casamento, milagres não acontecem. Se você precisa pra amanhã, sinto muito.

Boa sorte.

Reunião de noivas

Todo mundo que vem para o encontro de noivas tira o chapéu e sabe que, a cada nova edição, nos tornamos ainda mais apegados e aguerridos no que fazemos, muito mais especialistas e recomendados para ser consultores de eventos tão importantes para a vida das pessoas, sejam casais, debutantes ou empresários. Nossas reuniões impõe respeito com a eficiência das coisas simples causadas pelo afago, pela degustação e demonstração dos itens e produtos como eles são na realidade. Queremos, frisar que o on-line não é nosso principal interesse. Para os eventos como esse, sentir o contato humano é fundamental.

Profissionais organizados com os melhores produtos para que você possa se sentir em casa e possa escolher tudo para a cerimonia festiva a sua maneira e desejo. De uma forma organizada, procuramos oferecer todos os sentidos, do aroma ao toque, em todas as categorias possíveis, para que a sua festa seja sensacional e não deixe a desejar. Dedicação e estrutura têm de sobra para que a sua experiência na seja eficaz e, emocionalmente, inesquecível.

Absolutamente nada e completamente tudo da maneira que você deseja. Esta é a contradição que nos coloca acima de qualquer outra coisa ou tipo de produtos em qualquer lugar diferente desse, no que tange especificamente para casamentos e festas. Absolutamente nada falta e oferecemos tudo o que se deseja para um evento especial e o que se espera de uma festa dos sonhos de acordo com o que os noivos desejam e buscam. Alianças, comemorativos, aluguel de materiais para festas, decorações especiais, automóveis de luxo, enfeites, vasos, bebidas, bem-casados, bolos e doces, buquê, quitutes, buffet, arabescos, cabelo e maquiagem, cerimonial, convites, decoração, cartões, dia da noiva e dia do noivo, enxovais, espaço para cerimônia e recepção, flores, decoração floral e paisagismo, efeitos visuais, lasers, fotografia e filmagem, fotos divertidas, grinalda e véus, joias, acessórios para noivas e noivos, lembrancinhas e souvenires, perfumes e iluminações neon, lista de presentes, música ao vivo, bandas e corais, noite de núpcias, open food, open bar, revistas especializadas, som, dj, iluminação, telão, efeitos especiais, degustes, topo de bolo, trajes para noivos, trajes para pajens e padrinhos, estilo casual avançado, vestidos de daminhas e madrinhas, vestidos de noiva, viagens, turismo e lua de mel. Possuímos os melhores fornecedores de casamento que o mercado tem a disposição.

E, se ao ler esta lista, você sentiu falta de algo, entre em contato que imediatamente providenciaremos pra você, sua satisfação é o que importa. Porque, provavelmente, fomos nós que esquecemos de colocar. Conte com a gente, nosso conhecimento e reunião é fundamental para o seu evento, temos expertise no que você busca.

Se você precisa mais informações, basta acessar um blog de casamento e você encontrará informações variadas sobre os mas diversos temas relacionados a casamento e noivas.

Fica um teaser de um evento super legal que ocorreu em 2017!

Cine Baukurs

Quem viver, verá!

Dizem que o gato tem sete vidas, e que nós, apenas humanos, temos uma.

E por que não ter onze?

Nesse semestre, a proposta do cineclube é fazer com que você “viva” a história de pessoas fascinantes e excepcionais que de alguma forma nos tocaram. Homens e mulheres, que fizeram de suas vidas uma batalha, vidas que de alguma forma mereceram seu lugar na história do cinema. Nada mais justo do que divulgar suas vitórias, seus medos e seus defeitos, para mostrar que mesmo sendo humanos, eles ignoraram limites e foram além. Foram heróis.

Para ser interessante, há que ser vida. Foi pensando nisso que fizemos a nossa seleção, filmes que vão desde o nascimento de uma das religiões mais antigas do planeta, até a trajetória de uma das maiores personalidades do futebol mundial, passando pela literatura, pela música e pela política. Pouco importa se as amamos ou odiamos, essas pessoas deixaram sua marca vivendo de uma maneira diferente, fora do comum, extraordinária.

O cineclube Baukurs nesse semestre quer mostrar, pensar e discutir sobre essas 11 vidas, e nosso único critério foi ter uma boa história para contar.  ORGANIZADO POR: CINECLUBE BAUKURS CULTURAL ……

Cronograma das exibições >>>

20/08 _ Lula, filho do Brasil >>>

27/08 _ O pequeno Buda >>>

10/09 _ Amadeus >>>

17/09 _ Em busca da Terra do Nunca >>>

24/09 _ Olga >>>

08/10 _ Maradona (documentário) >>>

15/10 _ Uma mulher contra Hitler >>>

22/10 _ Ray >>>

29/10 _ Persépolis >>>

19/11 _ Marie Antoniette >>>

26/11 _ Paulinho da Viola (documentário) >>>

30 vagas, sujeito a reserva de lugar

 

 

O Caminho do Meio

Por que será que quando falamos em meio ambiente e ecologia as pessoas se esquivam? Por que é comum relacionarmos a defesa do meio ambiente ao fanatismo? De onde surgiu o termo pejorativo ‘ecochato’?

Defender o meio ambiente é, sem dúvida nenhuma, defender nossa sobrevivência. Disso, todos sabemos. Mas será que todos nós entendemos o significado real dessa afirmação?

Até que ponto estamos dispostos a modificar nossas pequenas condutas, nossos pequenos hábitos consumistas?

É provavelmente muito humano gostarmos de comodidade, característica básica do sistema em que vivemos. Mas é mais humano ainda questionarmos a nossa realidade.

E é isso que um grupo de pessoas vem heroicamente fazendo, quase contra tudo e contra todos.

O Baukurs Cultural está propondo uma série de encontros a fim de pensar e repensar essas questões para, quem sabe, realmente assumirmos uma postura de compreensão. Convidamos pessoas com experiências muito diferentes para nos ajudar a ampliar a discussão, nos fornecer outras referências e a demonstrar novos pontos de vista.

O que queremos com isso? Ir além. Descobrir um novo caminho. Um caminho diferente. Um caminho que seja bom para todos. Um caminho de consenso. O caminho do meio.

> Encontros sempre às 19h30

> 30 vagas

> Entrada franca

> É necessário reservar por e-mail (secretaria.bkc@baukurs.com.br) ou pelo telefone 2246-6242

13/03_FAVELAS, PERIFERIAS E A RIO+20. O QUE É, O QUE MUDA!

Debate com especialistas e lideranças comunitárias de favelas e periferias do Rio de Janeiro para discutir a RIO+20, sua importância e resultado concreto paras essas comunidades.

TIÃO SANTOS é coordenador do Viva Rio e da área de Meio Ambiente. Gerenciou as operações de ajuda emergencial na Região Serrana e coordenou o Projeto de apoio às vitimas das chuvas, em Teresópolis e Friburgo em 2011.

SÉRGIO RICARDO é ambientalista e fundador do Fórum de Meio Ambiente da Baía de Sepetiba. Já coordenou a Alerje foi sub-secretário de meio ambiente da prefeitura de Nova Iguaçu. É assessor da Comissão Permanente de Defesa do Meio Ambiente da ALERJ.

CLAUDISON RODRIGUES é economista, Mestre em Ciência da Informação, Pós-graduado em Engenharia Ambiental, Gestão de Recursos Hídricos, Políticas de Desenvolvimento e Gestão da Biodiversidade. Diretor de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (2009/2011).
Coordenador dos Programas Educativo e de Divulgação Científica do Museu do Meio Ambiente (JBRJ/MMA).

JOCELINO PORTO é líder comunitário e foi representante do Núcleo Ecológico Pedras Preciosas (NEPP).  É articulador da participação de lideranças de favelas na Rio+20.

21/03_UNIDADES DE CONSERVAÇÃO: TIPOS E IMPORTÂNCIA

O estabelecimento pelo Poder Público de áreas especialmente protegidas por lei ou por decreto é uma das principais estratégias, se não a principal, para a preservação da diversidade biológica e para a implementação do conceito de ‘desenvolvimento sustentável’. No Brasil tais áreas são conhecidas pelo nome genérico de ‘unidades de conservação’, e são regidas por lei federal promulgada no ano de 2000. O objetivo da palestra é apresentar aos ouvintes os diferentes tipos de unidades de conservação previstos na legislação e sua importância para a conservação da biodiversidade, dos ecossistemas nativos e das paisagens naturais notáveis, bem como os recentes e significativos avanços do Estado do Rio de Janeiro neste campo.

ANDRÉ ILHA fundou, em 1990, do Grupo Ação Ecológica (GAE), ONG ambientalista atuante até hoje no RJ. É ex-Presidente da Fundação Instituto Estadual de Florestas (IEF/RJ) em três governos e é atualmente  Diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Instituto Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro (INEA).

25/04_AS AGUAS DA RIO+20

Na perspectiva da Rio+20, a sociedade civil brasileira e global, através de suas diversas redes, pretendem promover uma cultura da água-vida que enfatize seus valores éticos, seus aspectos culturais, sagrados, simbólicos e a cosmovisão dos povos tradicionais e originários.

Mais além dos novos mercados e da questão do financiamento do acesso à agua, é preciso trabalhar contra as profundas desigualdades sociais, econômicas e culturais que produzem a escassez social de água. A água é um bem comum essencial à vida, que está na origem dos sistemas culturais e éticos dos povos e não deve estar exposta às soluções de mercado chamadas de economia verde.

ANDRÉ ABREU integra o “collectif nouvelles richesses” em Paris, é idealizador e coordenador do programa “Porteurs d’eau” (Mensageiros da Agua) e atua desde 2011 como consultor do Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclavel (MNCR) para o Plano Nacional de Residuos Solidos, junto ao Ministério do Meio Ambiente.

16/05_CÚPULA DOS POVOS DA RIO+20. BRASIL JUSTIÇA SOCIAL E AMBIENTAL.

No século XXI a vinculação intrínseca entre justiça social e ambiental se torna mais evidente. Durante a Rio + 20, que acontecerá no Rio de Janeiro, em junho de 2012, a sociedade civil organizará a Cúpula dos Povos por Justiça Social e Ambiental, colocando em questão o padrão de consumo/produção atualmente hegemônico, contra a mercantilização crescente da natureza e em defesa dos bens comuns. Vamos debater os temas em questão neste processo de preparação e na própria Cúpula.

MOEMA MARIA MARQUES DE MIRANDA é antropóloga, diretora do Ibase, participante do Conselho Internacional do Forum Social Mundial e do Comite de Facilitação da Sociedade Civil para a Rio + 20.

08/05_“…E ASSIM SE PASSARAM 20 ANOS…!” JORNALISMO AMBIENTAL NA RIO-92 E HOJE.

A jornalista Kristina Michahelles, editora do primeiro suplemento dedicado ao meio ambiente, o Caderno Ecologia do JORNAL DO BRASIL, fala das alegrias e das mazelas ao lidar com assuntos novos num grande jornal diário e conta como foi a cobertura da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Rio-92.

KRISTINA MICHAHELLES é jornalista e tradutora, editora do Caderno Ecologia do JB de 1991-1993.

23/05_ENERGIAS LIMPAS E RENOVÁVEIS E ALTERNATIVAS PARA DESCARTE DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS.

Como novos paradigmas e as inovações tecnológicas podem contribuir para um ambiente mais limpo? A revolução da microeletônica dos anos 90 viabilizou a aplicação prática de muitas disciplinas novas. A microbiologia, a catálise, a computação possibilitaram o surgimento de novas fontes de produção de energia renovável, bem como para o processamento e disposição dos resíduos sólidos urbanos. Vamos apresentar algumas destas possibilidades reais e idéias em desenvolvimento.

HILDO FRANCISCO HENZ foi Diretor de Projetos da BRENCO ENERGIA RENOVÁVEL, empresa que trouxe um conceito inovador de sustentabilidade de produção de etanol e energia elétrica  de cana de açúcar. Foi Presidente da REFAP S.A. Refinaria de petróleo (Sociedade da Petrobras e da REPSOL no RS). Engenheiro químico, trabalhou na PETROBRAS por 27 anos.